março 19th, 2015

Atenção Arquitetos e Designers de Interiores: Embarque no Visionaire Orlean– Palais du Louvre

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on TumblrEmail this to someone

Faltam 10 semanas para embarcarmos para uma viagem inesquecível por essas paredes históricas que você verá a seguir. Se você é arquiteto ou designer de interiores, visite uma de nossas lojas e seja um visionário Orlean! A loja BonGiornno Neo Decoração de Santos -SP, da qual faço parte da equipe de consultoria, é uma loja Visonaire e já levou 2 arquitetas para 2 destinos:

 

Rita carrassco

 

Rita Carrasco – Visionaire 2013 – Nova York

Tel: (13) 32223054

Site: www.ritacarrascoarrquitetura.com.br

 

MARCELA LAMONATO

Marcela Lamonato – Visionaire 2014 – Paris

Tel: (13) 78142819

Site: www.calamoarquitetura.com

O Palais du Louvre (Palácio do Louvre) é uma verdadeira joia da arte e arquitetura francesa. Esse antigo palácio real está localizado na margem direita do Sena e foi palco da noite principal do nosso programa Visionaire no ano passado!

Orlean 01

As suas origens remontam a quase um milênio atrás, sendo a sua história indissociável da de Paris. A sua estrutura tem evoluído por etapas desde o século XVI. O nome derivou da palavra francesa leovar ou leower, que significa “lugar fortificado”, de acordo com o historiador francês Henri Sauval (1623-1676).

Orlean 02

Arquitetura Histórica

O edifício em si é símbolo da evolução da arquitetura francesa. O Palais du Louvre fica nas terras de um castelo medieval e é um dos maiores palácios reais de toda a Europa.

Orlean 03

Em 1527, Francisco I, Rei de França e grande patrono das artes, encomendou a seu arquiteto Pierre Lescot uma residência perto do núcleo cortesão de la Cité, em Paris. O gosto do monarca foi decantado pelo italiano renascentista para executar um edifício clássico organizado em torno de um pátio quadrado, a Cour Carré.

Orlean 04

 

orlean 05

Nesta primeira fase de construção, devemos mencionar duas outras intervenções importantes. A primeira foi conduzida pelo sucessor de Francisco I, Henrique II, a segunda corresponde à sua viúva, Catarina de Médici, que em 1564, encomendou a Philibert de l’Orme uma segunda residência real a oeste do Louvre , nos jardins das Tulherias. Esta construção é a primeira expansão do Louvre, uma vez que em 1595 ele juntou as duas residências. Um segundo bloco de remodelação corresponde ao século XVII, quando Louis XIV ordena a restauração da fachada após o abandono do palácio, em benefício de Versailles.

orlean 06

Nestas obras observa-se a estética atual do edifício, o estilo barroco francês. Os arquitetos foram Claude Perrault, autor do projeto e dois conhecidos nossos: Le Vau e Le Brun. A intervenção aconteceu entre 1667 e 1670.

orlean 07

A última reforma histórica ocorreu em 1800, sob o reinado de Napoleão Bonaparte. Ele idealizou o grande arco triunfal em frente da fachada, o chamado Arc du Carrousel, e também realizou várias tarefas de restauração e construção da asa do Sena.

Arquitetura Moderna

Em 1981, o arquiteto chino-americano IM Pei foi contratado para projetar uma nova área de recepção e melhorar o acesso ao museu. A pirâmide foi oficialmente inaugurada em 30 de maio de 1989, para coincidir com o bicentenário da Revolução Francesa.

orlean 08

 

orlean 09

Construída com as mesmas proporções da pirâmide de Quéops, toda em aço e vidro, é a principal porta de entrada para o Louvre. Ela atinge uma altura de 20,6 m e 35m de base em cada lado. Suas faces são cobertas por 603 painéis de vidro e 70 de diamante triangular. A pirâmide e seu hall de entrada subterrâneo foram intervenções necessárias para atender as necessidades geradas pelo fluxo intenso de visitantes diariamente.

orlean 10

orlean 11

A construção da pirâmide de Pei gerou considerável polêmica porque muitos achavam que esta extensão modernista estava totalmente fora de lugar em frente ao Museu do Louvre, com sua arquitetura clássica, enquanto outros diziam não passar de um projeto faraônico. No final das contas, a sociedade compreendeu que essa justaposição de estilos contrastantes de arquitetura era como um amálgama de sucesso entre o antigo e o novo, o clássico e o moderno.

orlean 12

A pirâmide principal também serve para proporcionar iluminação e ventilação natural para os edifícios subterrâneos, como o shopping subterrâneo localizado em frente ao museu. O lobby também contém a biblioteca de arte, lojas que vendem reproduções e fotografias, biblioteca, dois restaurantes e uma estação de correios.

orlean 13

Há uma área dedicada exclusivamente ao próprio Louvre: O Louvre Medieval. Nesta área, você pode ver as fundações e parte do fosso em torno do castelo fortificado primitivo, o Palais du Louvre. Proporciona uma verdadeira viagem no tempo apreciar essas pedras fundamentais milenares!

orlean 14

O Palácio do Louvre acolhe, atualmente:

o Museu do Louvre;
a União Central das Artes Decorativas (UCAD) e as suas colecções (artes decorativas, moda e têxtil, publicidade), assim como a sua biblioteca e os ateliers du Carrousel;
a Escola do Louvre (situada nas alas Rohan e Flora);
o Centro de Pesquisa e Restauro dos Museus de França (C2RMF): laboratório do Carrousel e ateliers de Flora;
as galerias comerciais do Carrousel do Louvre: 16.000 metros quadrados, mais de 50 lojas;
os espaços de exposição Carrousel du Louvre, da Paris Expo: 7.100 metros quadrados, quatro salas destinadas a acolher manifestações de prestígio.
Seja também 1 Visionário!

Até o próximo post!

 

Fonte: www.orlean.com.br/blog

Facebook Comments
Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on TumblrEmail this to someone
[fbcomments]