Degustando por aí, Gastronomia

Sabor de São Paulo: Etapa Santos.

As comidinhas estavam deliciosas e a qualidade era tamanha que foram escolhidos 5 melhores pratos, não 4, como é a praxe do evento.

Estamos falando do Festival gastronômico Sabor de São Paulo, uma iniciativa do Governo do Estado e da Secretaria de Turismo de SP e em parceria com a bíblia da gastronomia, a revista Prazeres da Mesa, que aconteceu nesta segunda-feira, 10 de novembro, na etapa da cidade de Santos.

10799344_753783354670073_1316395574_n

Em um workshop imperdível, no Museu Pelé, o chef Jefferson Rueda ensinou 3 receitas de toque caiçara e alma caipira: A telha de mandioca, com cremes de mexilhão, tinta de lula e creme de mandioca com carne de sol; a sardinha curada na farinha de mandioca com creme de banana da terra; e um creme de mandioca brulée com sorvete de jaca acompanhado de crocante de caroço de jaca.

10665774_764285110276135_9049064220077361588_n

10428631_764238406947472_292125787616230758_n

15855_764238480280798_4022313762317040801_n

10418229_764274093610570_7160434671182937071_n

Mais tarde, aberta a degustação na parte externa do Estação Bistrô, o Restaurante Escola, pudemos experimentar as 10 receitas classificadas na Etapa Santos.

O bolinho de bacalhau mais famoso da cidade, o do Bar do Toninho, sempre delicioso.

10367149_764237383614241_8491525248672819599_n

A Costela na folha de bananeira, da Casa da Sogra (Itanhaém), que arrancou elogios de todo mundo que experimentou.

10678765_764238203614159_7899929409345078192_n

A Torta de banana, do O Rei da Tortas, que infelizmente poucos puderam provar (o que não me inclui 🙁 ), pois a quantidade planejada não foi suficiente.

O enroladinho de espada sobre musseline (absurdamente deliciosa) de palmito caiçara, do Lion.

10808381_753783388003403_1674758475_n

O Fusilli alla Tino, do O chopp do pedaço (Guarujá), com uma ricota defumada perfeitamente apimentada. Vale ressaltar a simpatia do chef e sua ajudante que deixaram o stand do O chopp do pedaço contagiante.

10799719_753782801336795_122556887_n

O “Sabores do mar e da terra”, da Pousada Casa no Tombo (Guarujá). Filé de peixe grelhado coberto por crosta de castanhas do Brasil, acompanhado de chips de banana da terra e pirão de frutos do mar. Não dá para descrever esses sabores! Sério.

10690243_764275673610412_4099447882372077414_n

O Filé mignon à Estação Bistrô, do Restaurante Escola, bem elaborado pelo chef Bruno Medeiros Justo.

10373496_764237660280880_3519545759896693590_n

Boquerones, do Restaurante Taberna Baska (Itanhaém), receita espanhola que despertou admiradores.

997089_764237563614223_6725207866487290879_n

Costelinha de Porco na Jabuticaba, do Almoço por André Ahn, bem preparada pelo chef José Rosa da Silva Jr. (Precisando, urgentemente, conhecer o Almoço por André Ahn depois de provar essa costelinha absurda de boa).

10801881_764237486947564_7958593825229485763_n

E a Meca com molho de agrião e risoto de aspargos, de um dos meus (particularmente) preferidos restaurantes de Santos, o Oca gourmet. Impecável.

1512288_764237976947515_7641451948936207586_n

Mais confortável que o do ano passado, o Sabor de SP Etapa Santos desse ano ficou bem acomodado no Restaurante Escola. E as receitas estavam realmente muito boas. Justa, a classificação final contemplou 5 receitas, não 4 como é usual, pois houve empate na quarta colocação.

Dá vontade de participar! Quem sabe na próxima edição no ano que vem? 😉

Nos dias 22 e 23 de novembro, teremos a última etapa, no Parque Villa Lobos, na capital. Com os finalistas da Etapa Santos:

A Costela na folha de bananeira da Casa da Sogra;

Finalista_costela_na_folha

O Sabores do Mar e da Terra da Pousada Casa no Tombo;

Finalista_sabores_do_mar

O Boquerones do Taberna Baska;

Finalista_boquerones

A Costelinha de porco na jabuticaba do Almoço por André Ahn;

Finalista_costelinha_de_porco

A Meca com molho de agrião e risoto de aspargos do Oca.

Finalista_meca

Não dá pra perder essa final! O Decora Gourmet estará lá e se você não puder ir, acompanhe por aqui! Mas não deixe de participar desse evento gastronômico imperdível!

Agradecimento: As fotos deste post foram feitas pelos colaboradores eventuais do nosso blog Renata Hobeika e Nathan Biasotto, a quem especialmente agradeço. Com exceção das últimas, dos finalistas, retiradas do site oficial www.sabordesaopaulo.com.br

 

Decoração, Degustando por aí, Gastronomia

A beleza e as delícias do Buteco do Chef

Fomos convidadas para uma degustação especial! Buteco do Chef, o mais novo bar e restaurante de São Vicente – S.P, aposta em um festival de comidas de boteco às segundas, com 27 opções de salgados e doces, e a gente foi lá conferir! Veja a cobertura do programa Studio Letícia aqui. Delícias servidas no capricho, bebidinhas criadas pela casa… Confira tudo o que vimos por lá:

IMG-20141001-WA0046

Com decoração no estilo “mineiro”, a proprietária, Salete Lui, dispensou o auxílio de arquitetos e decoradores e decidiu apostar em seu bom gosto pessoal. Buscou inspirações nos botecos mineiros e nos tradicionais da Vila Madalena, na capital, além das casas de Campos do Jordão, mas não descartou pesquisas na internet e em revistas de decoração. Com aparência rústica, charmosa e robusta, o Buteco do Chef tem um visual familiar que nos remete à “casa da vovó”, contando histórias através dos seus elementos.

IMG-20141001-WA0051

IMG-20141001-WA0025

É um ambiente que explora o artesanato, pois tem peças artesanais espalhadas em diversos pontos, muitas adquiridas em antiquários e em Embu das Artes. A madeira, o azulejo português e o tijolinho aparente, além de lembrar a influência do interior de Minas, dão aconchego e deixam o ambiente acolhedor e confortável. O Buteco do Chef também explora, na sua decoração, as cervejas artesanais aparentes, garrafas de bebidas e taças expostas.

10698493_320002251518445_4499291810399023591_n

Sob inspiração dos elementos do comfort food, o Buteco do Chef resgata a comida da vovó, oferecendo durante o almoço por kg, as delícias da comida mineira, e durante à noite, as mais deliciosas porções. Aos sábados é servida a tradicional feijoada, com as carnes todas separadas, e sobremesas deliciosas.

10577193_303072903211380_6386752189394981365_n

IMG-20141001-WA0041

A casa é a única opção em SV pra quem adora o rótulo Baden Baden. Chopp geladíssimo tirado na hora e as mais famosas cervejas gourmet! São inúmeras cachaças artesanais e saborizadas, e drinks preparados por um barman criativo.

Na foto, uma sugestão deliciosa: o drink Spice Chef, com maracujá, rum, baunilha e um toque de pimenta.

Saboreamos o Dadin mineiro, bolinhos quadradinhos de tapioca servidos com geleia de pimenta, um absurdo de gostoso! O escondidinho mineiro, a batata com queijo e a polenta fritas, os bolinhos de abóbora com carne seca e de feijoada… Tudo muito gostoso e bem feito! As bebidas servidas em copinhos charmosos são criações do próprio buteco. Degustamos a menina do chef, de frutas vermelhas com cachaça de jabuticaba, a caipirinha do chef, feita com cachaça de rapadura e a mineira, especial de banana com canela.

10352415_744892982215348_8580786869315197233_n

As sobremesas do festival são incríveis, romeu e julieta em versão cremosa, além dos bolinhos de chocolate, banana, ou doce de leite que lembram churros bem fritinhos.

Uma proposta diferente de tudo que temos na baixada santista. Comida de qualidade, cheia de detalhes. Vale a pena conferir!

www.butecodochef.com.br

www.facebook.com/buteco.chef

Degustando por aí, Gastronomia

O “Dom Francisco”, em Brasília.

Visitando Brasília em junho, durante os jogos da Copa, pedi indicação de um restaurante que fosse tradicional lá, e me recomendaram o Dom Francisco.

df 1

Com uma vista bacana no Park Shopping, é possível degustar tipos de massas com algumas opções de molho e pizzas em um festival delas. Ou, se preferir, pedir um dos pratos da casa ou sanduíches.

Nas fotos, talharim do festival e pizza. Simples e saborosos.

df 3df 4

Abaixo, o cordeiro acompanhado de batatas rústicas com cogumelos e mini cebola (que não estavam no cardápio, mas vieram no prato) e um molho de hortelã que não deu pra perceber muito bem. 🙁 O ponto da carne estava ok! Prato farto!!!

df 2

Não tinham algumas sobremesas do cardápio, então pedi uma torta de limão pra não errar. Errei. Sem um merengue em cima, nem umas raspinhas da fruta para disfarçar… Sobremesa que não condiz com a imagem do restaurante. 🙁 Mas a conta… condiz!

df  5

Brasília tem ótimas opções. Tinha uma lista de restaurantes para conhecer, mas não deu tempo! Adorei a cidade e quero voltar!!! Assim que rolar conto tudo por aqui!!!

Até o próximo post!