Decoração, Degustando por aí, Gastronomia

Bistrô Calixto

Todo santista sabe que a Pinacoteca Benedito Calixto é um dos cartões postais da cidade. Com seu acervo riquíssimo, espaço para exposições impecável e seu belo jardim, a Pinacoteca traz agora uma novidade: o Bistrô Calixto.

fachada do bistrô

fachada do bistrô

 

Nos fundos do casarão principal, não é difícil notar o bangalô charmoso e elegante. Inaugurado em 18 de agosto de 2016, o espaço para 64 pessoas oferece opções para café da manhã, almoço, chá da tarde, happy hour e jantar. O bistrô dispõe mesas em seu salão principal, sacada lateral e há também mesas na frente da casa. O cardápio criativo e harmonioso é obra da Chef Vera Corrêa .

salão principal do bistrô

salão principal do bistrô

 

foto3

mesa da varanda lateral com vista para o jardim

 

mesas na parte da frente da casa

mesas na parte da frente da casa

O espaço é, ao mesmo tempo, aconchegante e clean. Decoração minimalista, porém cheia de detalhes. Uma música ambiente de muito bom gosto é trilha sonora para uma experiência gastronômica deliciosa e agradável.

detalhe das xícaras em uma charmosa cristaleira

detalhe das xícaras em uma charmosa cristaleira

Como visitei o bistrô no período da tarde, escolhi como prato principal o Croque-Monsieur com queijos gouda e parmesão com peito de peru. Divino. Suave e delicioso. Daqueles que dá pena de ver o final chegando…

Croque-Monsieur

Croque-Monsieur

De sobremesa, apostei no salaminho de chocolate acompanhado de sorvete de creme. Lembra uma palha italiana e é muito bem servido. Simplesmente divino… e confesso que fiquei curiosa para voltar lá e experimentar a torta ganache com sorvete de pera e o creme brullé de café. Hmmmm…!

foto7

Salaminho de chocolate com sorvete de creme

Outro prato que é um charme à parte é a provoleta, servida em uma paleta de tintas. Não é o máximo?

foto8

Apresentação da provoleta. Fonte: página do Bistrô Calixto – Facebook

Ficou com vontade? Faça uma visita! A parte boa é a flexibilidade de horários: você pode tomar um café da manhã bem cedinho ou esticar para o happy hour. O Bistrô Calixto funciona diariamente, das 8h às 22h. O endereço é Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15. O local também tem acesso pela Avenida Epitácio Pessoa, 100.

 

foto9

 

 

 

 

 

 

 

 

Post by

Ana Luiza Ghnó é relações-públicas e
assessora de imprensa/social media
do Decora Gourmet.

Apaixonada por viagens, fotografia, exposições,
comidas, uma boa cerveja e lugares aconchegantes.
Tudo isso com música… o-tempo-todo.

Tem sempre um Moleskine na bolsa e um radar ligeiro
para fotografar momentos do dia-a-dia.

 

Achados gourmet, Beth Macedo indica, Decoração, Degustando por aí

Candy Cauldron – Orlando

Caminhando pelas calçadas do Disney Springs, antigo Downtown Disney em Orlando, fiquei encantada ao presenciar em uma vitrine a produção de maçãs artesanais. Olhei para o alto e vi o nome da loja “Candy Cauldron” com a bruxa da Branca de Neve ao lado. Entrei na Hora!

maçãs 01

FACHADA DA LOJA

A loja tem um nome óbvio (doce caldeirão, traduzido ao pé da letra) e conta com a decoração inspirada no interior do castelo da bruxa.

maçãs 02

PRODUÇÃO ARTESANAL DAS MAÇÃS NA VITRINE DA LOJA

Embora a maçã seja o carro chefe da casa, lá também são vendidos doces de arroz no formato de Mickey, pirulitos, balas, biscoitos, etc. E as maçãs são as coisas mais fofas: de nozes, de minions, de mickey, etc.

maçãs 06

VITRINE DE DOCES – BISCOITOS

Eu optei pela maçã em formato de Mickey (quem me conhece sabe que seria esta a minha escolha, rs) e realmente era uma delícia, pois os confeitos eram de chocolate.

maçãs 04

MAÇÃ DE MICKEY

Não consegui comer inteira… A maçã é enorme e acaba enjoado. Comemos em 2 e aconselho que qualquer pessoa faça isso. Embora seja um doce, achei o valor um pouco salgado… A maçã de Mickey custou a bagatela de 15 Obamas! Mas, como “quem converte não se diverte” resolvi optar pela diversão, rs.

maçãs 07

VITRINE DE MAÇÃS

A Candy Cauldron fica nas calçadas do Disney Springs, próximo a Harley Davidson. Vale a visita!

maçãs 05

QUEM ACEITA ESTA MAÇÃ? RS

Até o próximo post!

 

Fonte: Acervo pessoal Elizabete Macedo e Imagens Google.

Beth Macedo indica, Decoração, Degustando por aí, Gastronomia

Café Tortoni – Buenos Aires

No final de Dezembro (mais precisamente no reveillón), fiz uma viagem MARAVILHOSA com os meus pais a bordo do navio Msc Magnífica, e tive a oportunidade de conhecer Montevideo, Punta Del Este e Buenos Aires. (Farei um post relacionado a Montevideo e outro a Punta Del Leste). Como os meus pais já conheciam os destinos, já estava tudo combinado (e reservado) para a filha aqui conhecer o Café Tortoni em Buenos Aires (meus pais ADORAM indicar os lugares que eles já visitaram  para eu criar posts aqui para o DG… Eu me divirto, rs!) E  já que era o combinado: assim fizemos!

Assim que o navio atracou na Argentina,  pegamos um táxi e fomos direto ao Café Tortoni (foi preciso ir cedo para o meu pai acertar a reserva que havia feito para assistirmos a um show de tango que foi apresentado naquela noite, pois o pagamento tem que ser feito no dia, porém, com antecedência devido ao tamanho pequeno da sala de apresentação).

Tortoni 01

Chegamos cedo, e tomamos um belíssimo café da manhã (não aguentávamos mais o café do navio, rs). Mal conseguia apreciar o café… A arquitetura do local era fascinante! Um teto coberto por vários vitrais gigantescos, uns gessos no estilo “rococó” que compunham com imponentes colunas, cores diversas (mas de uma forma muito sutil)… Gente…. Que lugar! O interessante, é que eles mantêm a arquitetura original de 1858.

tortoni 02

O Café Tortoni é bem tradicional em Buenos Aires, pois era frequentado por Carlos Gardel (e eles mantiveram a mesa que ele usava, com uma estátua em sua homenagem. É DEMAIS!)

tortoni 04

O Tortoni é o paradigma do café portenho, porém pouco se sabe sobre suas origens. O que se sabe é que um imigrante francês, cujo sobrenome era Touan decidiu inaugurá-lo no fim de 1858 e que o nome do café ele pegou emprestado de um estabelecimento no “Boulevard des Italiens”, no qual se reunia a elite da cultura parisiense do século 19.

tortoni 03

No fim do século, o bar foi comprado por outro francês: Dom Celestino Curutchet. Descrito pelo poeta Allende Iragorri como “o típico velhinho sábio francês”, de corpo miúdo e espírito forte, exibia um clássico cavanhaque longo, olhos vivíssimos e usava um solidéu árabe de seda preta, quase um personagem dos quadrinhos, que dava um toque peculiar à fisionomia do lugar.

O local era frequentado por grupos de pintores, escritores, jornalistas e músicos que formavam a “Agrupación de Gente de Artes y Letras”, liderada por Benito Quinquela Martin. Em maio de 1926, eles formaram “La Peña” e pediram a Dom Celestino Curutchet que os deixasse usar a adega do subsolo. O dono aceitou encantado porque, segundo suas palavras, “os artistas gastam pouco, mas dão brilho e fama ao café”.

tortoni 05

Neste café o tempo parece ter parado como em uma fotografia na qual as pessoas jogam bilhar, cartas, ou simplesmente tomam café com amigos. Este lugar é, cada vez mais, uma parte indispensável da história portenha.

O Show de Tango que assistimos naquela noite, foi SENSACIONAL! Lágrimas rolaram por todos os lados, realmente emocionante!

Ao final do show, o apresentador perguntou a origem dos turistas que lá estavam: Muitos brasileiros, poucos uruguaios, e algumas pessoas do México, da Alemanha, da Coreia, dos Estados Unidos, da França e da Colômbia (o espaço não é muito grande, por isso a reserva).

tortoni 07

A sala que acontece o show é a Sala Alfonsina, projetada para instrumentos, vozes e coreografias, define a forte presença do tango no Tortoni. Nas paredes podem ser admirados os quadros que compõem a série “Homenagem ao tango”. Neles, a pintora e gravurista Ana María Montalvo materializou seu carinho por figuras como Juan D’Arienzo, Aníbal Troilo, Edmundo Rivero e Paquita Bernardo.
A sala tem capacidade máxima para 55 pessoas (por isso a reserva antecipada para assistir ao show).

tortoni 06

Vale MUIIIITO a visita ao Café Tortoni!  (Obrigada pela indicação, papi´s lindos…)

Café Tortoni:

54 (11) 4342-4328
 Avenida de Mayo Nº 825 (CABA) – Buenos Aires – Argentina
 E-mail: tortoni@cafetortoni.com.ar
Fonte (imagens) www.cafetortoni.com.ar

 

Achados gourmet, Gastronomia

Pink Honey pães de mel

Era carnaval de 2011. Sem nada para fazer no feriado, a Dentista Graziella Carillo na companhia do seu pai,  resolveu testar uma receita de pão de mel que achou no Google. Assim nascia a Pink Honey pães de mel. Confiram:

 

“A Pink Honey nasceu em fevereiro de 2011, inicialmente como um “passatempo de Carnaval”!!
Estava em casa sem fazer nada no feriado e resolvi testar uma receita de pão de mel (que achei no Google) com meu pai.
O resultado foi tão positivo e a receita deu tão certo que a “brincadeira” virou coisa séria!”

Vocês irão conferir  a seguir as fotos destes pães de mel. Grazi, desculpe-me… Não tinha como não dar certo! Água na boca define, rs.

PH 05
“Depois de super aprovado pelos meus pais e irmã, achei que poderia comercializá-los, por que não??
Na época eu já era uma dentista formada há 13 anos, mas resolvi fazer dos meus pães de mel mais uma fonte de renda.”

#ficaadica pra você que está aí reclamando da crise e não se mexe, ou pra você, que quer uma fonte de renda extra (que não faz mal a ninguém) e o bolso ainda agradece, rs.

PH 07

“Inicialmente, minha mãe os vendia para seus alunos na escola em que ela dava aula, e eles fizeram o maior sucesso!!!
Entao eu vi a necessidade de criar um “nome” pra marca.
Como amo a cor rosa, teria q ter “pink” no nome e também algo relacionado a mel (honey em inglês). Daí surgiu o nome Pink Honey!!!
Em seguida montei uma página para a Pink Honey Pães de Mel e convidei todos os meus amigos do Facebook a curti-la.”

PH 02
“Em pouco tempo meus seguidores da página estavam aumentando, os amigos e novos clientes desejando experimetar os pães de mel e o negócio foi crescendo.”

PH 01
“Logo em seguida, começaram a surgir muitos pedidos para que eu fizesse pães de mel para eventos como: festas infantis, batizados, casamentos, chás de cozinha, etc…
Então comecei a fazer os pães de mel personalizados para eventos, geralmente com adesivos ou tags personalizadas ou palavras escritas em glacê.”

A Páscoa está aí, Brasillll! Tenho certeza que seus amigos e familiares irão A-DO-RAR serem presenteados com Pães de Mel!

PH 06
“Graças a Deus os pedidos vieram crescendo gradativamente, e hoje tenho um leque de opções bem grande de recheios tradicionais e gourmet para os pães de mel que incluem desde os sabores doce de leite, brigadeiro e bicho de pé, até os mais elaborados como: paçoca, doce de abóbora, Nutella, Brigadeiro Indiano, Prestígio, Leite Ninho, Ovomaltine, entre muitos outros.
Atendendo a pedidos, hoje em dia a Pink Honey Pães de Mel também faz docinhos em geral para qalquer tipo de evento, sempre nos sabores dos recheios dos pães de mel.
Temos sempre kits e coisinhas especiais para presentear na Páscoa e no Natal, e nossa novidade nesse início de 2016 é o Bolo de Pão de Mel, como se fosse um pão de mel gigante!!!”

PH 03
“Portanto, a Pink Honey Pães de Mel, que já esta no mercado há 5 anos, está sempre inovando e acatando as idéias e opiniões de nossos clientes e amigos, para sempre oferecermos novidades!!!
Estamos na cidade de Campinas, interior de SP, mas enviamos nossos pães de mel via SEDEX para todo o Brasil!! Temos clientes em Brasília, RJ, GO, AM, etc..”

PH 04

 

Ah… Ninguém ajuda a Grazi! Ela faz TUDO sozinha!  (Mulher, né? rs #brincadeira)

Contato:

Facebook.com/pinkhoneypãesdemel

E-mail:  pinkhoneypaodemel@hotmail.com